" = Você sabia que fogos de artifício causam muito medo nos animais? - Animal Farma
Seja Bem Vindo ao Instagram da Animal Farma
28 de julho de 2017
Gripe Canina: como é transmitida, sintomas e prevenção.
18 de junho de 2018

Os fogos de artifício têm vários riscos para os animais. A luz e o brilho dos fogos de artifícios podem causar mais impacto nos animais noturnos como os gatos. Os fogos causam pânico, porque foge ao padrão normal que eles estão acostumados. Para o olfato, as bombas e fogos também são prejudiciais, pois liberam pólvora e outras substâncias químicas e metais. Com o som, o problema é mais grave ainda, pois eles captam os infrassons e os ultrassons, que não são percebidos pelos humanos.  Para os cães e gatos aquilo também não faz parte do comportamento normal, eles ficam muito assustados. Nesses momentos, os animais têm o chamado comportamento de luta e fuga, que é o comportamento instintivo que todos os seres vivos têm para tentar se defender.

Aqui estão dicas para amenizar o estresse e evitar que os animais fujam ou se machuquem.

  • Saiba quando ocorrerão os disparos dos fogos e como eles afetarão sua casa.
  • Verifique se as etiquetas de identificação e os microchips dos seus animais estão atualizados.  Se acontecer do seu cachorro realmente sair correndo durante os fogos de artifício, é muito mais fácil identificar o dono ou a localização do animal.
  • Deixar água suficiente apenas para beber, mas sem risco de se afogarem caso sofram uma queda. Para cães e gatos não é recomendado administrar calmantes.
  • Deixe o quarto ou local aconchegante. Coloque roupas de cama familiares e limpas em algum lugar confortável, como embaixo de uma mesa, atrás de uma cadeira etc. Adicione alguns brinquedos familiares, brinquedos de mastigar, bolas etc., para manter seus animais de estimação entretidos e distraídos.
  • Mantenha algumas luzes acesas. Manter uma luz acesa irá acalmar seu animal e fazê-lo se sentir mais seguro em vez de ficar assustado em um cômodo escuro.
  • Abafe o ruído. Feche as cortinas do quarto e, se o seu animal ficar dentro de uma gaiola, cubra-a com um cobertor espesso. Verifique se o animal consegue respirar normalmente dentro da gaiola para ele não sufocar. Isso também irá ajudar a impedir que as luzes dos fogos afetem o animal.
  • Não deixar objetos que ele possa derrubar e não deixar portas ou janelas abertas, mas evitando que o ambiente fique excessivamente aquecido.
  • Existe ainda uma técnica de enfaixar o cachorro, que funciona como um abraço, e pode trazer tranquilidade nos ambientes hostis. A faixa levemente elástica deve passar pelo peito do cão e cruzar e amarrar nas costas.
  • Fique de olho no seu animal de estimação e, se possível, fique com ele. Reconforte-o e converse com ele. Seja amigável, mas não o mime demais, pois isso pode aumentar a ansiedade dele caso perceba a sua, recompensando e encorajando o comportamento de medo.
  • Se não for possível ficar com ele (talvez porque você esteja ocupado vendo o jogo), não se preocupe. Os passos anteriores devem garantir que seu animal ficará tranquilo.