Conheça alguns dos animais que dormem com um olho aberto!

Otite Canina: A inflamação no ouvido dos cães.
21 de fevereiro de 2021
Ansiedade de separação
4 de março de 2021

Todos os animais dormem? Para que serve o sono?

Quem já teve que brigar com o sono para estudar ou fazer algum trabalho de última hora com certeza já se perguntou por que precisamos dormir. E aqueles que passam a maior parte do dia no trabalho e no deslocamento até ele também passam boa parte do tempo livre em estado inconsciente.

 

Mas por que isso acontece? Afinal, qual é a função do sono para seres humanos e outros animais? A expressão “sono reparador” tem sua razão de ser.

 

Embora o assunto ainda esteja cercado de muitos mistérios, é sabido que, em seres humanos, o sono é muito importante para descansar o corpo, restaurar as energias e organizar as atividades dos neurônios, exercendo um papel fundamental no aprendizado e na memória.

 

Além disso, uma boa noite de sono também é muito importante para o equilíbrio do organismo, ajudando a manter os hormônios regulados e fortalecendo o sistema imunológico.

 

Em relação às outras espécies de animais, os cientistas acreditam que todas elas possuem ciclos de descanso e vigília. No caso das aves e dos demais mamíferos, o período de repouso também é conhecido como sono e é essencial para o bem-estar desses bichinhos.

 

Já no caso de répteis, anfíbios, peixes e invertebrados, os pesquisadores ainda não sabem se o período de descanso se caracteriza como sono, mas eles também passam por ciclos de repouso.

 

Jeitos de dormir: uma adaptação ao ambiente

O termo “vigília”, em oposição ao sono, é chave para entender o animal que dorme de olho aberto. Por isso mesmo, só quem consegue se garantir — como os leões — ou vive num ambiente relativamente seguro pode se dar ao luxo de um sono tão longo e profundo quanto o nosso.

 

Como já adiantamos lá em cima, alguns animais que são presas na natureza, como as girafas e as zebras, têm o hábito de dormir em pé. Além disso, as famosas pescoçudas não são nada dorminhocas: em média, elas dormem cerca de duas horas por dia, em cochilos de mais ou menos 20 minutos.

 

Dessa maneira, elas diminuem a chance de serem pegas de repouso e, em caso de ameaças, podem literalmente dar no pé. Para conseguir o feito, esses animais possuem ligamentos especiais nas articulações que permitem fixar as pernas durante o sono.

 

Já os coalas, que conseguem se equilibrar nos galhos dos eucaliptos, dormem bem relaxados e por até impressionantes 22 horas por dia. Afinal, não são muitos os predadores que conseguem alcançá-los naquela altura.

 

Por que alguns animais dormem com um olho aberto?

Se alguém pergunta porque tem animal que dorme com olho aberto (nesse caso, os dois olhos), a resposta é fácil: uma vez que não possuem pálpebras, eles não têm como fechar os olhos, ainda que passem por períodos de descanso.

 

A característica já foi observada pelos cientistas em aves, golfinhos e, mais recentemente, também nos crocodilos. Como dá a entender, a adaptação permite que esses animais consigam ficar de olho nas ameaças mesmo quando estão dormindo.

 

De acordo com os estudiosos, o animal que dorme com olho aberto e outro fechado só consegue fazer isso devido ao chamado sono uni-hemisférico, no qual apenas um dos hemisférios do cérebro se mantém ativo. Assim, esses animais conseguem administrar o sono e a vigília de maneira simultânea.

 

Além de ajudar na proteção, já que os animais conseguem observar as ameaças do ambiente, a capacidade de manter um dos lados do cérebro em funcionamento também tem outras funções, por exemplo, acredita-se que seja ela a responsável por permitir aos pássaros se equilibrar nos galhos mesmo quando estão dormindo.